9 dicas de como declarar compra e venda de imóveis no IR

Saiba  que existem  regras que permitem reduzir ou até mesmo isentar o pagamento de Imposto de Renda /2018 se você  vendeu um imóvel durante o ano passado.

Isso porque se você vendeu o imóvel , via de regra, terá que pagar até 15% de imposto de Renda  sobre seu ganho de capital ( a diferença do valor de compra e venda).

Segue abaixo algumas dicas pra que você não precise recolher essa alíquota:

 

1- Baixe o Programa de Apuração de Ganhos de  Capital (GCAP)

O  GCAP (link  encurtado e seguro: http://zip.net/bqsZjr) auxiliar o preenchimento do IR no  caso de venda bens, como imóveis, terrenos, entre outros.

Se você vendeu imóvel no  ano passado,  baixe o programa  GCAP 2017 , preencha as informações importantes e depois importe os dados para o programa do IR 2018 .

Ao concluir o  preenchimento,  o programa informa se há imposto a pagar ou isenção.

2-  Compre outro imóvel até 180 dias  após a venda 

Se você utilizar o dinheiro da  venda residencial par  comprar outro residencial em até seis meses, não paga imposto.

Essa isenção só pode ser usada uma vez a cada 5 anos. E pode ser qualquer valor.

3-  Você  tem isenção se possuir um imóvel único residencial de até R$ 440 mil 

Ou seja, se valor de venda da sua casa é até R$ 440 mil, você não precisa pagar imposto. Mas precisa ser único imóvel em seu nome e você não poder ter vendido casas ou apartamento nos últimos 5 anos.

4-  Imóveis comprados até 1969 não pagam imposto

Se você comprou um imóvel até 1969, estará isento de imposto de renda sobre ganho de capital, seja qual o valor de aquisição ou de venda do bem.

5-  Imóveis adquiridos entre 1970 e 1988 ganham desconto

A receita concede um abatimento de imposto de renda para bens adquiridos entre 1970 e 1988. O desconto sobre o ganho de capital começa em 95 %  para imóveis comprados em 1970 e diminui  à razão de 5 pontos percentuais ao ano. Ou seja, se foi comprado em 1971, o desconto será de 90 %, e assim por diante até 1988, quando o abatimento será de 5%.

6-  Imóveis adquiridos em 1969 por Herança tem direito a isenção ou abatimento

Quem recebe casa ou apartamento de herança também tem isenção total,  caso a pessoa falecida tenha comprado imóvel até em 1969. Ou  consegue o abatimento parcial, para imóveis adquiridos entre 1970 e 1988.

Ao formalizar a transferência do bem para o herdeiros, atualize o valor do imóvel para o preço atual de mercado. Ao adotar essa estratégia, você reduzirá o imposto a pagar lá  na frente, quando decidir vender a sua parte da herança.

7-  Informe os gastos com ampliações e reforma do imóvel 

Todas a despesas com construção, ampliação ou reforma de um imóvel podem ser somados ao seu valor de compra para abater a base de cálculo do imposto. Porém, para ter direito a essa redução, você precisa informar,  anualmente, as quantias gastas e benfeitorias no campo “Bens e Direitos ” da declaração.

No programa  GCAP também há  um campo para informa os  valores  das benfeitorias  anuais.

Guarde todas  as  notas  fiscais e recibos de material  e mão de obra que contenham CPF ou CNPJ  dos fornecedores  e prestadores de  serviço para comprovar as despesas  à Receita Federal.

8-  Corretagem pode ser abatida

O  valor pago à imobiliária ou corretor  pela corretagem na venda do imóvel pode ser descontado . Guarde o recibo. Se você pagou as despesas com escritura e registro quando comprou o imóvel, esses valores podem ser lançados no custo de aquisição, desde que você ainda tenha os comprovantes desses gastos.

9-  Fique atento à data do recolhimento do imposto 

Se você vendeu um imóvel no ano passado e caso não tenha se enquadrado em nenhuma situação descrita acima e ainda não recolheu o imposto, saiba que você já está em divida com a Receita. O pagamento do imposto sobre ganho de capital deve ser feito até fim do mês seguinte à venda.
Quem vendeu uma casa em setembro, por exemplo, teria que recolher o imposto até o fim de outubro.  O atraso gera multa de 20 %, além de juros e correção monetária.

Caso você tenha optado pela isenção da compra de outro imóvel no prazo de seis meses, mas não conseguiu achar a casa do sonhos, ou gastou menos do que recebeu do imóvel antigo, o recolhimento do imposto devido pode ser feito até o fim do sétimo  mês após a venda.

Neste caso, não há multa, mas o contribuinte deve acrescentar juros e correção, contados desde a data da venda do imóvel até a data pagamento do imposto.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s